4 motivos para começar a se preocupar com a segurança residencial + 1 segredo

No jornal, na revista, na TV, no rádio ou na internet. Não importa o meio, os números são sempre unânimes: a violência no Brasil aumenta diariamente e, infelizmente, a sensação de impotência de todas as famílias também. A segurança residencial é uma preocupação de todos e, inevitavelmente, precisamos encontrar meios de torná-la efetiva. A boa notícia é que é possível. Acompanhe neste post!

Antes de listarmos os motivos para você começar a se preocupar com a segurança residencial, é preciso dizer o óbvio: os dados são alarmantes e basta apenas um recorte. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil é o segundo país mais violento da América do Sul, ficando atrás apenas da Venezuela. Só em São Paulo, de 2014 a 2018, foi registrada uma média anual de 12 mil casos de furtos e roubos a casas e condomínios no estado. Mesmo que o cenário seja intimidador, há outros fatores que você deve levar em conta para garantir a segurança da sua casa. Veja a seguir.

1. A sua casa é o seu local de descanso

E ninguém quer viver com medo em um lugar feito para garantir que você e sua família fiquem tranquilos e relaxados, certo? Depois de um dia cansativo de trabalho, a sua casa deve ser o refúgio para viver momentos sossegados e, sobretudo, seguros.

2. Os riscos estão em diferentes momentos, inclusive ao entrar e sair da garagem

Infelizmente, o risco não existe somente quando estamos dentro de casa. A nossa atenção, aliás, deve ser redobrada ao entrar e sair de casa, especialmente de garagens.

3. Existem “disfarces” por aí

É comum sabermos de casos de pessoas que se passaram por profissionais de alguma empresa e, na verdade, eram ladrões. Em 2019, por exemplo, criminosos fingiram que eram policiais civis e invadiram um condomínio na Zona Sul de São Paulo.

4. Além de bens materiais, a segurança residencial protege a sua família

Perder bens materiais dá um prejuízo enorme, não há dúvidas. Mas nada se compara à perda de pessoas queridas. E na nossa casa, afinal, estão as pessoas que mais amamos. Sua segurança residencial também tem a ver com a segurança da sua família!

Temos a solução que você precisa para ter segurança a um preço justo

Chegamos ao segredo e, claro, à melhor parte! Você pode ter segurança residencial pagando um preço que cabe no seu bolso. Além de você, sua família e sua casa ficarem protegidas, a vizinhança também fica. Isso é possível por causa da vigilância colaborativa.

O que é a vigilância colaborativa?

Resumindo bem, podemos dizer que a vigilância colaborativa é um conceito usado para se referir a um sistema de monitoramento de ruas, bairros e até cidades. Ou seja: a segurança de um agrupamento de moradores.

Praticá-la na sua rua, no seu bairro ou na sua região é mais simples do que você imagina. Basta haver um acordo entre os moradores daquele perímetro, contratar a empresa responsável por um serviço de qualidade e, pronto, a segurança está garantida.

O que acontece é que, ao escolher ter o serviço, a empresa é responsável por instalar câmeras inteligentes em sua rua e, depois, o monitoramento é feito 100% na nuvem. Você pode acessá-lo em qualquer lugar, de qualquer dispositivo: é a sua melhor opção de segurança residencial. Se você está em uma viagem para outro país com a sua família, por exemplo, é possível ter acesso às câmeras da sua casa/vizinhança pelo seu celular, tablet, notebook ou desktop!

Isso acontece porque você tem um login e senha para acessar a maior plataforma de segurança da América Latina. Ah, e um mesmo acesso compartilhado pode monitorar 4 ou mais casas. No fim das contas, é um serviço de qualidade a um preço super justo – quanto mais pessoas contratarem o serviço, menor o preço!

As vantagens são inúmeras e as funcionalidades da plataforma também podem te surpreender: o acompanhamento é ao vivo, mas você pode voltar no tempo para visualizar os registros em poucos toques; você pode criar mosaicos para organizar e acompanhar as câmeras como achar melhor, com a possibilidade de salvá-las a qualquer momento; não há o risco de perder as informações ou dados, já que fica tudo na nuvem; você tem acesso a um botão de alerta, caso precise notificar os vizinhos; há a opção de visualizar um resumo diário, otimizando seu tempo. Enfim, a lista é enorme! Mas segurança nunca é demais, né?

Saiba tudo sobre vigilância colaborativa e tenha o melhor para a sua segurança residencial: entre em contato conosco agora mesmo!

Outros posts que pode te ajudar…

Afinal, qual a melhor posição para instalar câmeras de segurança?

Recursos para que nos sintamos cada vez mais seguros – seja em casa, no trabalho ou no condomínio – existem aos montes por aí. Contudo, saber quais são realmente eficazes (e sobretudo adequados) para a realidade de cada um é o maior desafio. E isso, claro, envolve o...

Afinal, o controle de acesso é realmente importante?

Entre as várias ferramentas disponíveis no mercado e nos sistemas de segurança que são comercializados atualmente, está o controle de acesso. Mesmo que você não saiba detalhes sobre ele, muito provavelmente já ouviu falar! Hoje, vamos aprofundar neste tema e explicar...

0 comentários