Afinal, o controle de acesso é realmente importante?

Controle de acesso - como usar - Foto de Jonathan Petersson no Pexels

Entre as várias ferramentas disponíveis no mercado e nos sistemas de segurança que são comercializados atualmente, está o controle de acesso. Mesmo que você não saiba detalhes sobre ele, muito provavelmente já ouviu falar! Hoje, vamos aprofundar neste tema e explicar o que é, como funciona e se vale a pena contar com um em sua empresa ou o seu condomínio, por exemplo. Vamos lá! 

O que é o controle de acesso?

Em resumo, ele funciona exatamente como o nome sugere: controlando a entrada e a saída das pessoas de um determinado local, visando garantir a segurança e bem-estar das pessoas que residem ou estão naquele ambiente. Então, para que as ferramentas de controle de acesso sejam efetivas (e claro, é importante que seja sempre combinada com outras coisas), é importante que ela seja capaz de detectar presença em ambientes externos e externos, localize indivíduos em tempo real e consiga verificar o nível de acesso de cada um (em uma empresa, por exemplo, pessoas específicas podem ter acesso a salas específicas). 

Pensando no equipamento em si, ele não precisa ser específico para funcionar como um controle de acesso. Pode ser qualquer sistema ou mecanismo que controle o acesso a um determinado ambiente (ou mesmo informação). Hoje, as opções mais comuns de controle de acesso são feitas: 

  • Fisicamente, por profissionais capacitados e especializados na função. 
  • Por equipamentos eletrônicos (ou até mecânicos) que autorizam o acesso por meio de um cadastro. Biometria ou tokens, por exemplo, são comumente utilizados. 
  • De forma híbrida (profissionais e equipamentos funcionando em conjunto). 

Assim como os equipamentos, os tipos de controle de acesso também podem variar. Abaixo, conheça algumas modalidades:

 

Controle de acesso físico 

Esse tipo de controle de acesso depende de, como falamos acima, profissionais presentes fisicamente. Ele é utilizado para fazer a gestão do fluxo de pessoas e pode ser aplicado de diversas maneiras, desde barreiras como portões e cancelas ou catracas e fechaduras, por exemplo. Tudo isso depende de onde o sistema está sendo instalado, pois os objetivos podem ser completamente diferentes entre uma empresa e um condomínio, por exemplo. O controle de acesso físico normalmente é utilizado em edifícios comerciais e residenciais, além de eventos. 

Controle de acesso lógico

Você já deve ter utilizado a sua biometria ou mesmo o rosto em uma câmera para acessar algum lugar, certo? Então, esse é o controle de acesso lógico! Ele pode ser feito de diferentes formas, não só por biometria e reconhecimento facial. É possível cadastrar senha e ID de acesso, por exemplo, ou fazer o acesso por cartão de proximidade. 

Explicar o que é o controle de acesso, dar detalhes de como funciona, explicar que ele sozinho não faz milagres e que o comportamento de todos é fundamental para que seja eficiente. Podemos citar o texto sobre segurança em condomínios, falar sobre segurança preventiva e sobre como ele pode ser complementado com a vigilância colaborativa.

Portaria virtual ou remota

Esse controle é feito de longe (remota ou virtualmente), em uma central específica que não necessariamente está instalada no mesmo lugar que está sendo “vigiado”. Uma das vantagens é exatamente essa: poder ser feita a distância. Nesse modelo, as informações são enviadas para essa central, em que um ou mais profissionais trabalham, que podem autorizar ou negar a entrada de pessoas. Isso é muito comum em condomínios, quando chegam entregas ou mesmo quando há um visitante na portaria. 

Enfim, as possibilidades de controle de acessos são muitas e não há como negar que podem ser ótimas aliadas no dia a dia. Contudo – e como qualquer outra ferramenta –, é preciso que ela seja aplicada em conjunto com outras técnicas, especialmente um comportamento preventivo e seguro das próprias pessoas. Em um projeto de vigilância colaborativa, esse “fortalecimento” pode ser feito a partir da colaboração entre um grupo de pessoas – a vizinhança, por exemplo –, que tem acesso a uma mesma plataforma em tempo real. 

Quer saber como a Cidade Mais Segura pode ajudar a manter a segurança do seu condomínio, empresa ou casa? Entre em contato conosco agora mesmo: mande um e-mail para contato@cidademaissegura.com ou ligue para (31) 99546-2105.  

Outros posts que pode te ajudar…

Afinal, qual a melhor posição para instalar câmeras de segurança?

Afinal, qual a melhor posição para instalar câmeras de segurança?

Recursos para que nos sintamos cada vez mais seguros – seja em casa, no trabalho ou no condomínio – existem aos montes por aí. Contudo, saber quais são realmente eficazes (e sobretudo adequados) para a realidade de cada um é o maior desafio. E isso, claro, envolve o...

Dicas de segurança residencial: fim de ano sem riscos

Dicas de segurança residencial: fim de ano sem riscos

O fim do ano está batendo à porta e muitas pessoas se preparam para viajar. Ainda que a sua casa conte com um sistema completo de segurança, é fundamental se atentar para outras práticas que podem favorecer a segurança em períodos como esse. Afinal de contas, é comum...

0 comentários